Eu Recomendo HQ’S #02: Valente

11

Boas, pessoal!

Essa é minha primeira postagem no blog, sinto-me honrada por poder escrever aqui.

Fui convidada pelo Bruno para fazer o Eu Recomendo HQ’s #2 do Valente, um quadrinho nacional que começou independente, escrito por Vitor Cafaggi, e que atualmente se encontra em seu 4º volume.

No início de 2014, quando o 4º volume já tinha sido anunciado para sair no segundo semestre do ano, eu vi muitas pessoas falando da obra, e eu não a conhecia. Como MUITA gente mesmo tava falando, eu pesquisei no Google e encontrei a capa de “Valente Para Sempre”, do primeiro volume, e foi amor a primeira vista. Achei a capa tão linda e com um traço tão simples e ao mesmo tempo tão bonito que eu não resisti e comprei de cara os 3 volumes da série. Assim. No escuro. Sem saber nada da obra. Não tinha lido nem a sinopse.

Eu nunca fui muito fã de quadrinhos americanos, principalmente nacionais. Não tinha quase nenhum, só alguns do Homem-Aranha. Nunca tinha lido um quadrinho brasileiro que não fosse da turma da Mônica. Acontece que Valente me conquistou.

Li, ou melhor, devorei os 3 volumes num piscar de olhos.

Valente e Bu

Valente e Bu

A história se gira entorno de Valente e de sua desastrosa vida amorosa da forma mais cômica que eu já vi, e sem clichê nenhum. A história se passa em torno do tímido e simpático cachorrinho, sua amiga Bu, que sempre lhe dá conselhos, e de suas paixões, dentre elas: Dama, Princesa e Luna, recentemente introduzida na história.

O mais bacana da história é que ela foi baseada na vida amorosa do autor, com os personagens baseados nas pessoas que ele realmente conheceu e se apaixonou. Bu, por exemplo, é baseada em sua irmã mais nova, Lu Cafaggi (com quem escreveu o brilhante Turma da Mônica – Laços). Assim como seus amigos com quem joga RPG – todos eles são baseados em seus amigos de verdade. Ou seja, tudo o que aconteceu na história, aconteceu com o autor. E isso realmente enriquece a história, primeiro por se tratar de coisas simples e que realmente acontecem no nosso cotidiano, mas também porque muitas pessoas se reconhecem em várias situações pelas quais ele passou. Antes de ser um famoso escritor, ele também era uma pessoa normal que levava uma vida normal, assim como todos nós. Por isso, as aventuras pelas quais Valente passa nos faz lembrar de várias parecidas pelas quais NÓS também passamos!

Isso também é incrível porque faz com que a história atraia várias pessoas de TODAS as idades. Idosos, adultos, adolescentes, crianças, qualquer um que goste de dar uma boa risada. Em alguns casos, relembrar situações e, em outros, se reconhecer em futuras que possivelmente ocorrerão.

Valente, para mim, é um dos melhores quadrinhos que eu já li. Com o traço mais bonito que eu já vi e com a história que mais me fez dar boas risadas até hoje, o quadrinho já tem um grande espaço no meu coração. Eu, sem sombra de dúvidas, o recomendo para qualquer pessoa, amante de quadrinhos ou não.

Tive a grande honra de conhecer e me encontrar com o Vitor várias vezes e de dar-lhe palhas italianas da minha vó, e me lembro perfeitamente de todas elas. Ele é muito atencioso, carinhoso e carismático.

E eu não parei só com Valente, não. Li Duo.Tone (autografado, assim como os de Valente, hehe!) e Laços, que também são maravilhosos e, assim como Valente, recomendo para qualquer um. Foi graças a Valente também que hoje conheço vários outros quadrinhos nacionais.

E, sim, eu puxo saco de Valente e do Vitor mesmo! T.T

Enfim, é isso, pessoal, até a próxima.

Luísa Lélis

http://punyparker.blogspot.com.br/

Anúncios

Um pensamento sobre “Eu Recomendo HQ’S #02: Valente

  1. Eu acompanho o trabalho do Vitor Cafaggi desde a série de tirinhas dAs Incríveis Aventuras do Pequeno Parker (http://punyparker.blogspot.com.br/search/label/Puny%20Parker), e depois fiquei acompanhando as tirinhas do Valente, e consequentemente os volumes compilados.
    Valente, como disse a Luísa, é simples, mas por isso mesmo consegue dialogar com todos. É gostoso acompanhar o Valente, tanto nas suas aventuras amorosas, quanto em seus sofrimentos…

    [SPOILER]


    Isso mesmo, estou falando com você, Princesa!

    [/SPOILER]

    Recentemente consegui emprestado Laços para ler, que me fez admirar ainda mais o trabalho dos irmãos Cafaggi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s